Postagens

Mostrando postagens de dezembro, 2012

Postagem em destaque

Paula, uma pessoa intersexo

Imagem
  Por Sergio Viula Decidi resgatar uma experiência que eu tive em 12/02/2103, na cidade de Fortaleza, CE.  Essa experiência de troca humana fantástica aconteceu na Praia do Futuro, que é pontilhada por barracas em estilo de choupanas. Tomei uns belos  drinks  (lembram?) e comi muqueca de arraia com um acompanhamento de arroz, maionese, batata frita e farofa - tudo simples, mas super gostosinho. O melhor de tudo porém, foi ter conhecido Paula.  Assim que cheguei, percebi que Paula era uma mulher especial, apesar de todas as mulheres terem algo de especial por natureza. Mas, Paula chamava atenção por ter alguns traços masculinos. De início, pensei que ela fosse uma mulher transexual em processo de feminização. Decidi seguir o caminho mais seguro para descobrir como ela se identificava - perguntei qual era o seu nome. Assim, ela poderia indicar se preferia ser tratada no feminino, como eu imaginava. Ela me disse que se chamava Paula.  Acontece que Paula  não  é transexual. De forma absolu

Amsterdã: a experiência ainda não acabou. :)

Imagem
Grupo que participou da Visita Internacional promovida pela NL Agency / NL EVD Programme  Agosto de 2012 2012 trouxe muitas surpresas agradáveis e muitas lutas também. Dentre as mais agradáveis surpresas, figura a minha visita a Amsterdam para conhecer o Programa de Direitos LGBT (LGBT Rights Programme). A visita foi organizada pela NL Agency / NL EVD International com o apoio da Embaixada da Holanda no Brasil. Foram muitas as experiências de troca nas reuniões, visitas guiadas e eventos voltados para os direitos LGBT.  Os holandeses são impecáveis em tudo o que fazem. Fui extremamente bem tratado e bem cuidado o tempo todo. Já postei várias coisas sobre essa visita a Amsterdã, como você poderá conferir nos links no rodapé desse post, mas deixei muita coisa de fora por falta de tempo. Aproveitando esse recesso natalino, decidi compartilhar mais um pouco do muito que recebi lá. Espero que curtam e que aproveitem essas informações de alguma maneira. Com a palavra (em ho

TERAPIAS ANTI-GAY: Carta aberta de um ex-ex-gay

Imagem
TERAPIAS ANTI-GAY  Carta aberta de um ex-ex-gay  Foto de Sergio Viula para a entrevista na revista H (Homens de Verdade)  número 05 - novembro/dezembro de 2012 Como é do conhecimento de muitos, participei ativamente de um grupo de “cura” para homossexuais – o MOSES (Movimento pela Sexualidade Sadia), iniciado por João Luiz Santolin, Liane França e por mim em 1997 quando fizemos nossa primeira abordagem com material produzido pelo MOSES durante a Parada LGBT de Copacabana. O objetivo dessa organização era transformar homossexuais em heterossexuais ou, caso fracassasse, convencê-los a viver no “celibato”. A aparência era de que havia muita psicologia envolvida nisso tudo, quando – na verdade – o que se fazia era revestir dogmas religiosos produtores de culpa, medo e outras neuroses com linguagem psicologizada – o que fazem os chamados “psicólogos cristãos” (sic). Entenda-se por “psicólogos cristãos” aqueles que pretendem forçar dogmas religiosos sob

Todo homofóbico diz que tem apenas uma opinião...

Imagem
Algumas pessoas têm dito que o termo homofobia está sendo banalizado, que homofobia é apenas aversão e ódio intenso contra LGBT, que ser contra direitos gays não é homofobia, mas apenas discordância de ideias.  - É verdade que o preconceito está embutido na homofobia, mas será que a homofobia está embutida no preconceito? - perguntam essas pessoas.  Bem, isso seria como perguntar se o machismo está incluído no preconceito ou o preconceito no machismo. Pragmaticamente falando, que diferença isso faz realmente? Um machista é preconceituoso, mas nem todo preconceituoso é um machista. Claro, pode ser um preconceituoso racista, por exemplo. Choveram no molhado.  Poderíamos admitir que ser contra o direito das mulheres fosse apenas discordância de ideias? Ou que ser contra os direitos dos negros seria apenas uma opinião? Se o primeiro é machismo e o segundo é racismo, qual é o termo que se pode dar para quem é contra os direitos dos gays? O cara não precisa matar um neg

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia

Dia Internacional do Orgulho LGBT: Importantes apontamentos