Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

Postagem em destaque

Heartstopper: Uma série que inspira e encanta

Imagem
Kit Connor e Joe Locke fazem o papel de Nick Nelson e Charlie Spring,  respectivamente, em Heartstopper. (Netflix) Por Sergio Viula Com informações do portal Pink News Já se passaram seis anos desde que Alice Oseman escreveu sua webcomic (quadrinhos para a Internet). Os quadrinhos foram muitíssimo bem recebidos. Agora, Heartstopper chega à Netflix e já figura entre os produtos mais assistidos do streaming. Heartstopper conta a história de Charlie (Joe Locke), um adolescente gay que vive completamente fora do armário, e que se apaixona por Nick (Kit Connor), um jogador de rugby em sua escola. Charlie é gay. Nick é bissexual. Elle é transexual negra e apaixonada por Tao Xu, que é asiático-americano. Tara e Darcy são duas garotas cisgêneras e formam um casal interracial. E, por fim, existe o Ben, que é gay enrustido e mal resolvido, mas vive dando em cima de Charlie em segredo. Eu assisti tudo nesse feriado de Tiradentes e adorei! Assista a série aqui: HEARTSOPPER - NETFLIX . Trailer ofic

NÃO APRENDA A SER PAI COM A BÍBLIA. Veja por quê.

Imagem
NÃO APRENDA A SER PAI COM A BÍBLIA. E veja por quê. A maioria das pessoas acredita sinceramente que a Bíblia seja uma excelente fonte de inspiração e de aprendizado para tudo na vida, especialmente quando se trata das relações familiares. Bem, nada poderia estar mais distante da verdade do que isso, e sendo hoje o dia dos pais, acho que seria muito oportuno visitar alguns “amiguinhos” bíblicos. Abraão, por exemplo, mandou seu filho Ismael com a mãe, que era escrava de Sara, sua esposa, para o deserto sem qualquer logística de sobrevivência, apesar de ser podre de rico. Ele sabia que seu filho estava sendo enviado para a morte, mas o fez assim mesmo. Não interessa a historinha do anjo que “providenciou” água nem o que mais tenha inventado a imaginação humana para justificar a expulsão e o subsequente retorno da escrava com seu filho. O que importa aqui é que Abraão foi um tremendo canalha. Isso aconteceu depois que Sara lhe deu outro filho, Isaque, a quem o velho Abraão, supostamente

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia