Postagem em destaque

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈

Imagem
Por Sergio Viula 1º DIA: 07/03/2021 Às vesperas do Dia Internacional da Mulher, minha filha me deu uma notícia que merece celebração e exige cuidados ao mesmo tempo.  Acordei por volta das nove horas da manhã com mensagens entrando, uma após a outra, no meu Instagram. Antes mesmo de ir ao banheiro fazer a higiene matutina, abri o comunicador e li o seguinte: "Você vai ser avô, mas ainda é segredo. Só conta para os meus pais e para o Isaac." A razão do segredo é que o teste para gravidez que ela havia feito era aqueles que se compram em farmácias. Ela queria contar para outras pessoas só depois do exame de sangue, que dá um resulado mais seguro. Claro que eu fiquei feliz e preocupado ao mesmo tempo. Daí, a frase que abriu esse diário lá em cima. É bom saber que Larissa e Vitor estão felizes com a perspectiva da maternidade e da paternidade. Por outro lado, ter um filho não é tão simples quanto muita gente imagina e nem como alguns pais e algumas mães tendem a falar sobre esse

Gramado: lugar ideal para nossa segunda lua-de-mel

Por Sergio Viula


Gramado realmente dispensa comentários e recomendações. Trata-se de uma cidade amplamente conhecida como destino turístico dos amantes de chocolate, vinho e frio. Não coincidentemente, esse trio me cativa mais do que muitos outros. Apesar de ser carioca, odeio o calor. Já fui à praia mais do que a média dos brasileiros, é claro, mas essa não é minha ideia favorita de lazer há muito tempo. Se pudesse, mudaria para uma cidade cuja temperatura máxima fosse de 28 graus, no máximo, no verão mais alto.

Andre e eu chegamos a Gramado no dia 20, sexta-feira passada. Ficaremos uma semana inteira aqui. Curiosamente, essa viagem era um desejo dos dois mesmo antes de nos conhecermos. 

No meu caso, eu havia agendado uma viagem para Gramado quando ainda cursava a graduação na UERJ, mas devido às greves, acabei tendo que estudar em janeiro e precisei cancelar a viagem. Recebi o reembolso sem maiores problemas. A viagem havia sido comprada com a CVC naquela época e o serviço foi excelente. Não pude realizar meu desejo em função dos contratempos enfrentados na faculdade, mas a impressão que ficou foi a melhor possível. Viajei com a CVC em várias outras ocasiões por causa do bom atendimento.

Andre também já havia comprado uma viagem para Gramado, mas não pôde viajar por ter mudado de emprego pouco antes. As férias do emprego anterior foram pagas em dinheiro quando ele pediu demissão para poder trabalhar em outro lugar, mas ele não dispunha mais do tempo ocioso para viajar. Precisaria trabalhar por um ano para poder conquistar esse direito novamente, agora em outra  empresa.

O mundo deu voltas e dois anos e meio depois de nos conhecermos e começarmos a nos relacionar, eis que estamos exatamente onde gostaríamos de já ter estado antes, mas de um modo muito melhor do que teria sido naquelas ocasiões, ou seja, praticamente numa segunda lua-demel.  E dessa vez, nós mesmos organizamos a viagem. Não compramos pacotes. E tudo isso só foi possível porque as férias dele e o meu recesso coincidiram nessa semana de julho. 

Oportunidade é confluência de fatores que combinam com nossos desejos e planos. E não perdemos a oportunidade!  As fotos abaixo mostram um pouco dos momentos que passamos aqui. 

Gramado é linda, Canela também (estivemos lá ontem). Os únicos problemas aqui são Uber e cartão de crédito. Você deve estar pensando: Como assim? 

Explico.

No Rio de Janeiro, o tempo médio de espera de um Uber para nós é de geralmente dois a três minutos. O maior tempo de espera que já tivemos foi de 6 minutos. Aqui, porém, já esperamos por dez minutos e acabamos tendo a viagem cancelada. Nunca dei avaliação baixa para motorista do Uber até agora, mas aqui, já foram duas com um estrela cada. Cheguei ao ponto de precisar que uma lojista em Canela ligasse para um amigo motorista para que ele nos levasse do Serra Park para o centro de Canela. Pessoa agradabilíssima - diga-se de passagem. Aliás, a adega que fica pouco antes da subida para o Serra Park é excelente. Atendimento nota 10! Compramos três vinhos que estamos degustando aos poucos no quarto do hotel. Foi a vendedora dessa adega que nos ajudou. Se não fosse ela, nem ônibus nem Uber.

O outro problema é não aceitarem cartão de crédito em várias lojas. Nunca vi uma cidade para ter tantos estabelecimentos rejeitando cartão de crédito, ticket refeição e até cartão de débito. Fico pasmo com isso, especialmente porque a pessoa pode gastar quase duzentos reais num jantar, como foi o nosso caso no primeiro dia, e e no final do jantar descobrir que o restaurante simplesmente não aceita cartões (sem qualquer aviso visível em lugar algum) e sem que se possa encontrar um único 'puto' de um banco automático por perto para sacar o dinheiro e pagar a conta. 

Cá entre nós, a cidade tem que rever isso urgentemente. Perdem vendas por causa de 'micharia' de percentual de repasse para a empresa dos cartões. Fico chocado com isso porque no Rio de Janeiro, até camelô aceita TODOS os cartões.

Quanto à arquitetura e organização, a cidade é impecável! As casas e apartamentos são lindos, inclusive os novos projetos, que são mais lindos ainda.

A simpatia dos atendentes em qualquer lugar onde você chega é extraordinária!

O circuito noturno é praticamente inexistente, especialmente para a comunidade LGBT. Não conseguimos descobrir nenhum lugar com foco nesse cliente. Por outro lado, não vimos qualquer forma de discriminação, a começar pelo hotel em que ficamos - o Apenhof Rota Sul -, onde reservamos um quarto de casal sem qualquer dificuldade.

A pizzaria Scur foi um caso ainda mais especial. Vimos um maitre transexual trabalhando com muita tranquilidade na casa. Adoramos isso! Quando pedimos a um garçom para tirar uma foto nossa, ele fez questão de colocar o cardápio entre nós, dizendo: "Assim, vai ficar mais bonito ainda!" O cardápio tinha uma pizza em forma de coração e uma frase dizendo que eles consideravam bela toda forma de amor. Como não amar gente assim? Nota 10 para a Casa.

Vem muito mais coisa por aí, mas por enquanto, compartilhamos esses momentos singelos com vocês na esperança de que sintam-se inspiradas e inspirados a aproveitarem as oportunidades quando elas surgirem sem pressa, porque sossego não tem preço. 

Nota: Essa postagem será atualizada com novas informações, preferencialmente à noite.



Primeiro café da manhã no hotel Apenhof Rota Sul. Buffet variado.



Primeiro jantar - salmão do jeito que eu gosto!

Primeiro jantar - medalhão do jeito que ele gosta!

Primeiro jantar - couvert enquanto aguardávamos o jantar. 
Todas as cadeiras são cobertas com pele de carneiro.



Scur Pizzaria e Restaurante. Repare no cardápio ali no meio. ^^

No dia seguinte, uma foto da fachada da Scur Pizzaria. 
Vamos voltar. Pizza com massa e cobertura maravilhosas!



Centro de artesanato de Canela

Centro de artesanato de Canela.

Praça de Canela.

Canela

Canela

Comida boa e barata tem também.

Gramado - Av. Borges de Medeiros - depois de voltarmos de Canela.


Lago Negro Gramado. Desativado para obras.

Momento romântico no Lago Negro. 

Hotel Alpenhof Rota Sul

Veja esse vídeo curtinho de uma rua próxima ao nosso hotel. Beleza, conforto e segurança. 

Alguns momentos em Caxias do Sul
23/08/18

Igreja de São Pelegrino.
O interior é arte.

Cenário de filme de suspense.


Café expresso e capuccino
para esquentar e falar de amor.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Corpus Christi: Vestra frui corporum (Aproveitai vossos corpos)

Entrevista: Conheça Cris Lacerda e sua história de superação