Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2020

Postagem em destaque

Paulo Gustavo se foi - meu luto e minha luta

Imagem
 Por Sergio Viula Paulo Gustavo se foi. Que dor para todos os que o amam, especialmente para seu marido, sua mãe e demais familiares. Não há palavras que bastem para tanta tristeza. 🙁 Assista e inscreva-se. Minha filha acaba de me contar uma história que eu nem sabia que ela tinha vivido: "Vi a notícia do Paulo Gustavo. Aquilo me apertou tanto o peito. Eu só pensava em vc. Uma vez, vi o Paulo Gustavo no shopping e falei pra ele: 'Tu é a cara do meu pai.' Ele riu muito e falou: 'Uma garota desse tamanho dizer que eu pareço o pai dela... Toma vergonha, tá me chamando de velho assim na cara? Kkk.' Eu ri tanto tanto. Muito triste mesmo. Cara tão gente boa.' #paulogustavo 😥 Claro que a gente não é tão parecido fisicamente assim, mas muitas vezes, quando eu brinco, algumas coisas soam mesmo parecidas com algumas tiradas desse querido e saudoso "parente de todos nós".

Andre e Sergio: Quatro anos hoje!

Imagem
Por Sergio Viula Andre e eu no Rio, 2018 Se voltássemos no tempo até 2016, hoje seria domingo de carnaval, não apenas uma sexta-feira de trabalho.  Dias antes daquele 07 de fevereiro, eu tinha acabado de voltar de uma viagem a João Pessoa. Dias depois de entar em casa, estando ainda de férias, vi um anúncio da Trivago e pensei: Por que não viajar no carnaval também?  Pensei em duas opções diametralmente opostas - Florianópolis ou Belo Horizonte. A razão foi meramente o fato dessas serem as duas únicas capitais do sul e do sudeste que eu ainda não tinha visitado.  Ganhou Belo Horizonte por não inflacionar os preços loucamente como o faz Florianópolis. Afinal, eu já tinha gasto um bocado curtindo João Pessoa. A capital paraibana fica a 2.422,7 km de distância do Rio de Janeiro. Passagem área para lá pode custar tanto quanto uma passagem para outro país, como a Argentina ou Uruguai. Impressionante mesmo. E tem tudo o mais, é claro: estadia, passeios, alime

2020: Um novo ciclo de aulas começa

Imagem
Por Sergio Viula Eu, Dimmy Kier e Andre As férias foram maravilhosas! Infelizmente, passaram voando, como geralmente acontece com qualquer tempo livre, não importa quão longo ele seja. Entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020, Andre e eu finalmente tiramos alguns dias de férias juntos. Nossas férias não coincidiram integralmente, mas tivemos alguns dias de ócio em comum.  Além dos dias que passamos juntos em casa e fazendo coisas pelo Rio de Janeiro, onde moramos, tivemos a oportunidade de passar vários dias em São Paulo. Foram momentos deliciosos, para dizer o mínimo, com exceção do que aconteceu na noite de reveillón.  Tristeza no meio da alegria Uma mulher que estava hospedada no mesmo hotel que nós decidiu descer e conversar com alguns amigos na calçada em frente à portaria. Ela tinha uma filha de quatro anos, que ficou no quarto dormindo.  Por volta  das 3 horas da madrugada, ouvimos gritos de desespero na calçada do outro lado do hotel.  Nossa janela não d

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Corpus Christi: Vestra frui corporum (Aproveitai vossos corpos)

Entrevista: Conheça Cris Lacerda e sua história de superação