Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2021

Postagem em destaque

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE

Imagem
TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE Por Sergio Viula Fundada por Charles Taze Russell em XXXXX, a religião conhecida como Testemunhas de Jeová é uma das mais totalitárias do mundo. Confundida por muitos com as igrejas evangélicas, a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, ligada ao Corpo Governante contava com mais de oito milhões e duzentos mil membros. No Brasil, são pouco mais que 700 mil seguidores e 11.562 Salões do Reino das Testemunhas de Jeová (seus templos) no mundo todo. Esses números são de 2014, ultima contagem publicada até o momento desse artigo. Entre suas crenças mais conhecidas e repudiadas estão a de não doar e nem receber sangue sob hipótese alguma e a de não participar da vida cívica do país em que estejam inseridas. Porem, muitas outras crenças são estranhas à maioria das comunidades ditas cristãs. As Testemunhas de Jeová não se consideram ‘evangélicas’ quando termo é aplicado a igrejas protestantes mais recentes e pentecostais, mas gostam de se denomina

Hinduísmo e sexodiversidade

Imagem
  Hinduísmo e sexodiversidade Por Sergio Viula Originalmente publicado no AASA As maneiras de ver a homossexualidade no hinduísmo variam de acordo com cada grupo. Apesar de alguns textos hindus apresentarem algum conteúdo contra a homossexualidade, um número de histórias míticas hindus representam a experiência homossexual como natural e alegre. Existem vários templos hindus que possuem figuras esculpidas que retratam tanto homens como mulheres mantendo relações homossexuais. Tanto relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo quanto as variações de gênero foram representadas dentro do hinduísmo desde os tempos Védicos até hoje, seja em livros de leis, livros religiosos ou as assim chamadas narrativas míticas, comentários, pinturas e esculturas. Até que ponto essas representações abraçam ou rejeitam a homossexualidade tem sido objeto de disputa tanto dentro da religião como fora dela. Em 2009, o Concílio Hindu do Reino Unido (The United Kingdom Hindu Council) publicou uma declaração diz

WICCA E SEXODIVERSIDADE

Imagem
WICCA E SEXODIVERSIDADE Por Sergio Viula Originalmente publicado no AASA pelo próprio autor. Essencialmente falando, a Wicca é uma religião que concentra sua fé e rituais no que se refere à Terra. Fundada por Gerald Gardner, um funcionário público britânico, na década de 1940, a Wicca inclui divindades celtas (povo original da Inglaterra e seu entorno), bem como símbolos e dias especiais, geralmente ligados às estações do ano. A magia e outros componentes ocultistas/pagãos são parte integrante da Wicca, que também é conhecida como neopaganismo. Em geral, os wiccanos acreditam numa divindade chamada “O Todo” ou “The One”. A divindade wiccana apresenta tanto aspectos masculinos como femininos. Por isso, é chamada de Deus de Deusa alternadamente. Como Deusa, a divindade é muitas vezes associada às Deusas Athena, Brigit, Ceridwen, Diana, Hécate, Ishtar, Isis, Vênus, etc. Como Deus, a divindade wiccana é associada aos Deuses Adonis, Apollo, Dionísio, Odin, Osíris, Pan, Thor, Zeus, etc. Para

Rio de Nojeira

Imagem
O Rio de Janeiro está falido. Não vejo saída em muitos anos para isso aqui, exceto o aeroporto e a rodoviária. Inscreva-se no canal.

Segundo dia dos pais com pandemia

Imagem
Dia dos pais na pandemia: Um misto de tristeza e alegria  Por Sergio Viula A pandemia da Covid-19 estourou no Brasil no início de 2020. Isso singifica que esse ano, estamos comemorando o dia dos pais pela segunda vez em meio a esse pandemômio. Nesse meio tempo, muitos pais morreram e muitos filhos, idem.  Esse 08 de agosto não será o melhor dia dos pais para muita gente, como você já deve saber. Porém, o que muita gente não sabe é que a Covid-19 matou mais homens do que mulheres - o que significa que existem menos pais vivos hoje. Portanto, que filho vai comemorar esse dia do mesmo jeito tendo enterrado seu pai? Que pai vai comemorar esse dia do mesmo jeito tendo enterrado seu filho ou sua filha? E no caso das famílias homoparentais como a do Paulo Gustavo, o dia será um misto de tristeza e alegria - tristeza pelo pai que morreu e alegria pelo pai que continua vivo e amando aqueles dois pimpolhos. De acordo com uma reportagem publicada pelo site UOL com "informações coletadas até

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Eduardo Peret: Homenagem a um amigo que bateu asas e deixou saudades

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈