Postagens

Mostrando postagens de julho, 2023

Postagem em destaque

Alguns equívocos do Moses

Imagem
Este post tem por objetivo refletir sobre algumas declarações de João Luiz Santolin, presidente do Moses, durante um seminário promovido pelo Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM) em parceria com o Instituto de Estudos da Religião (ISER), conforme publicado no livro "Religião e Sexualidade: Convicções e Responsabilidades, organizado por Emerson Giumbelli, publicado pela Editora Garamond, 2005 (ISBN 8576170604, 9788576170600). De acordo com Santolin, o Moses foi fundado em 1997. Ele está certo. Ele só não disse que isso aconteceu durante a Parada Gay celebrada no Rio de Janeiro, no referido ano. Também não disse que éramos três: Santolin, Liane França e eu (quem tiver dúvida, consulte o jornal O Globo, publicado no dia seguinte ao da passeata, pois nossos nomes estão lá no último parágrafo da matéria de cobertura da Parada Gay). Obviamente, ele não disse, devido ao constrangimento causado pela entrevista que dei em novembro de 2004 à revista Época, na qu

Eduardo Leite vs Jean Wyllys: Quem tem razão no bate-boca

Imagem
Marcio Rolim - criador do canal Bee40tona   Por Sergio Viula Acabo de assistir a esse vídeo do canal Bee40tona e considero as opiniões e as informações compartilhadas nele são absolutamente lúcidas e verdadeiras. Recomendo muito. Sugiro que compartilhem esse post para que mais pessoas tenham acesso a informação de qualidade, não mera "biscoitagem".

NIMONA: Simplesmente apaixonante. #Netflix

Imagem
 Por Sergio Viula Nimona: Assista no Netflix Meu amigo Eduardo Michels me enviou uma recomendação sobre uma animação que eu nunca tinha visto. Na verdade, foi o marido dele, o querido Flávio, que deu a dica. Flávio adora animações. Eduardo prefere filmes - alguns deles raros. Como os dois sabem que eu curto tanto uma coisa como outra, Eduardo costuma me sugerir uns títulos maravilhosos. E esse não foi diferente. Trata-se da animação chamada NIMONA. O enredo gravita em torno de uma rainha, seu reino, uma ordem cavalariça e uma criatura não-humana que parece apenas uma adolescente revoltada à primeira vista, mas é MUITO mais do que isso. Nimona, essa "garota", no final das contas, é a imparável protagonista desse enredo. Seu parceiro é um dos cavaleiros, mas não vem de "estirpe nobre", mas é mais nobre do que os demais. Curiosamente, ele é apaixonado por outro cavaleiro da mesma ordem e correspondido. A animação tem muitas camadas. Cada uma delas pode ser interpretada

Ele voltou: Manuela D'Ávila entrevista Jean Wyllys ❤️ ❤️ ❤️ 

Imagem
Por Sergio Viula Acabo de assistir a live de Mauela D'Ávila, que mantém um videocast chamado Expresso. Ela entrevista Jean Wyllys três semanas depois de seu retorno do autoexílio ao qual ele teve que se submeter por causa da perseguição bolsonarista amplamente orquestrada contra ele antes mesmo que Bolsonaro ganhasse as eleições de 2018. Também comprei o livro dele chamado " O que não se pode dizer: Experiência do Exílio ". Recomendo a compra no site da Amazon, especialmente para quem tem Prime, porque o valor está muito vantajoso. Digo isso no dia 21/07/23. Pode ser que mude ao longo do tempo. De qualquer modo, esse é o link da Amazon para esse livro:  https://www.amazon.com.br/dp/6558020734/ref=asc_df_65580207341689688800000/ Essa live vale cada minuto. E fica melhor à medida que avança. Assistam. Link para a entrevista aqui:  https://www.youtube.com/watch?v=SWHBkomplgs&t=599s Compartilhe esse post.

Perguntei ao Chat GPT (inteligência artificial) se deveria sair do armário

Imagem
por Sergio Viula Fiz essa pergunta para o ChatGPT. Olha que resposta excelente ele me deu. Detalhe: Saí do armário há 20 anos. Só estava testando a ferramenta. Gostei da resposta. Eu: Sou gay. Devo sair do armário? ChatGPT: Sair do armário é uma decisão muito pessoal e única para cada indivíduo. Não posso tomar essa decisão por você, mas posso oferecer algumas informações que podem ajudá-lo a refletir sobre isso. Sair do armário significa compartilhar sua orientação sexual com outras pessoas, permitindo que elas saibam que você é gay. É um processo que pode ser emocionalmente desafiador, mas também libertador e gratificante. Antes de decidir sair do armário, é importante considerar alguns fatores, como o ambiente em que você vive, o apoio que tem em sua família e amigos, sua própria segurança e bem-estar emocional. Cada situação é única, e somente você pode avaliar esses aspectos em sua vida. Algumas vantagens de sair do armário incluem: Autenticidade: Ser capaz de ser verdadeiro consi

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia

Humorista 'Picolina' é encontrada morta dentro de casa em Fortaleza