Postagem em destaque

Parada SP ao Vivo: Flashes do evento

Imagem
Pablo Vittar se apresentou na Parada de São Paulo ao Vivo A atração foi trazida pela TIM Por Sergio Viula A Parada da Diversidade de São Paulo cresce a cada ano, inclusive quando realizada virtualmente. De 2018, quando começaram as transmissões simultâneas com a parada na rua, trabalho realizado pela Dia Estúdio, liderada por Rafa Dias, até esse ano de pandemia (2021), o evento experimentou um crescimento estratosférico! Transmitido simultaneamente por 13 canais de peso e patrocinado por gigantes do mundo empresarial (Accor, Amstel, Avon, Bradesco, British Council, Burger King, Doritos, Jean Paul Gaultier, Mercado Livre, Smirnoff e TIM), o evento durou mais de 9 horas , começando às 14h de ontem (domingo). A line-up do evento contou com LINE UP: Alberto Pereira Jr., Bielo Pereira, Dindry Buck, Diva Depressão, Fefito, Gloria Groove, Jean Luca, Katu Mirim, Léo Viturinno, Lia Clark, Linn da Quebrada,  Lorelay Fox, Louie Ponto, Lucas Raniel, Majur, Mandy Candy, Marcia Pantera, Maria Gadú,

MÊS DA BÍBLIA: Um ateu na Igreja Reformada Ecumênica


Palestra de Sergio Viula na Igreja Reformada Ecumênica em Botafogo por ocasião do mês da Bíblia. O convite partiu dos pastores Alexandre Cabral e José Alves Barbato.








A POESIA QUE EU LI NO FINAL DA PALESTRA, MAS NÃO PUBLIQUEI AQUI PORQUE A AUTORA AINDA NÃO TINHA REGISTRADO ESTÁ TRANSCRITA ABAIXO COM A AUTORIZAÇÃO DA MESMA. 

COM A PALAVRA, KÁTIA VIULA:




Comentários

  1. AAAAAAAAAAAAAAmei os seus vídeos! Admirável o seu conhecimento bíblico junto ao cientifico que faltam a muitos! Depois desses vídeos fico me surpreende que os fundamentalistas ainda encontrem base para suas teorias absurdas. Meus parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por assistir e comentar, Daniele. É encorajador receber esse apoio.

      Beijos.

      Excluir
  2. Valeu, Sergio! Muita gente tá curtindo a poesia e comentando. Acho que ela tem tudo a ver com a liberdade religiosa que se pretende aqui no Brasil, mas que de certa forma, ainda, é um tanto quanto utópica na prática. Temos visto muitas matérias onde casas de santo, terreiros, imagens sagradas, etc têm sido depredados. E vemos, também, vários segmentos religiosos sendo desrespeitados. O que dizer, então, do ateísmo, tão criticado pela maioria que não consegue perceber que é totalmente possível viver em paz consigo mesmo e feliz, sem seguir nenhum dogma religioso. Tanta intolerância religiosa em nome de um fundamentalismo que se quer impor a todo o Brasil. É lamentável!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.

Postagens mais visitadas deste blog

Eduardo Peret: Homenagem a um amigo que bateu asas e deixou saudades

A homossexualidade no Egito antigo

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈