Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Paula, uma pessoa intersexo

Imagem
  Por Sergio Viula Decidi resgatar uma experiência que eu tive em 12/02/2103, na cidade de Fortaleza, CE.  Essa experiência de troca humana fantástica aconteceu na Praia do Futuro, que é pontilhada por barracas em estilo de choupanas. Tomei uns belos  drinks  (lembram?) e comi muqueca de arraia com um acompanhamento de arroz, maionese, batata frita e farofa - tudo simples, mas super gostosinho. O melhor de tudo porém, foi ter conhecido Paula.  Assim que cheguei, percebi que Paula era uma mulher especial, apesar de todas as mulheres terem algo de especial por natureza. Mas, Paula chamava atenção por ter alguns traços masculinos. De início, pensei que ela fosse uma mulher transexual em processo de feminização. Decidi seguir o caminho mais seguro para descobrir como ela se identificava - perguntei qual era o seu nome. Assim, ela poderia indicar se preferia ser tratada no feminino, como eu imaginava. Ela me disse que se chamava Paula.  Acontece que Paula  não  é transexual. De forma absolu

FAZENDO HISTÓRIA: PRÍNCIPE WILLIAM APARECE NA CAPA DA REVISTA ATTITUDE (A MAIOR REVISTA LGBT DA INGLATERRA)

Da redação da revista Attitude
Traduzido por Sergio Viula



Na quinta-feira, 12 de maio de 2016, Sua Alteza Real O Duque de Cambridge convidou a revista Attitude a trazer membros da comunidade LGBT+ ao Palácio de Kensington para ouvir suas experiências de bullying homofóbico, bifóbico e transfóbico, e discutir as implicações mentais que ele acarreta. O editor da Attitude Mathew Todd mediou a discussão. Depois de encontrar com nove delegados, o Príncipe William posou para a capa da revista Attitude, fotografado por Leigh Keily. A capa marca a primeira vez em que um membro da Família Real foi fotografado para a capa de uma publicação gay.
Claro que a maioria das pessoas LGBT+ não sofre com tais problemas e vive vidas felizes e bem-sucedidas (nota deste tradutor: na Inglaterra do século 21, pessoal!!!). Mas, tristemente, as estatísticas mostram que a comunidade LGBT+ continua sofrendo desproporcionalmente de doenças mentais, enquanto o bullying nas escolas ainda é um problema para muitos jovens LGBT+ expostos a ele. O Príncipe William encontrou indivíduos que explicaram como o bullying os levou a terem baixa autoestima, tentar o suicídio, desenvolver hábitos alimentares obsessivos, cair em depressão, e depender de drogas. Num caso, foi relatada a morte de um homem jovem depois de uma overdose não intencional.
Em 2015, uma organização beneficente LGBT+ para saúde mental chamada PACE (fechada por causa de cortes de verbas do governo) produziu um relatório extenso sobre questões de saúde mental enfrentadas pela comunidade LGBT+. Eles descobriram que 33,9% dos jovens LGB tentaram suicídio pelo menos uma vez comparados com 17,9% dos jovens heterossexuais, enquanto 48,1% dos jovens trans tentaram suicídio. O estudo também descobriu que 57,1 % das pessoas LGB haviam se auto-mutilado pelo menos uma vez comparadas aos 38,3% dos jovens heterossexuais.  85,2% dos jovens trans haviam se auto-mutilado em contraste com 47,4% dos jovens cisgêneros.

Depois da discussão, o Duque de Cambridge fez a seguinte declaração: “Ninguém deveria sofrer bullying por sua sexualidade ou qualquer outra razão e ninguém deveria ter que suportar o tipo de ódio que esses jovens enfrentam em suas vidas. O jovens indivíduos gays, lésbicas e transgêneros que eu conheci através da Attitude são verdadeiramente bravos por se pronunciarem e darem esperança às pessoas que estão passando por terrível bullying agora mesmo. Seu senso de força e otimismo deveria nos dar a todos encorajamento para enfrentarmos o bullying onde quer que o vejamos. O que eu diria a qualquer pessoa que leia isso e esteja sendo vítima de bullying por causa de sua sexualidade é: Não tolere isso - fale com um adulto de confiança, um amigo, um professor, o Childline (N.T.: serviço telefônico de apoio à criança e ao adolescente), Diana Award ou outro serviço e obtenha a ajuda de que precisa. Vocês deveriam ter orgulho das pessoas que vocês são e vocês não têm nada do que se envergonhar."
O editor da Attitude, Matthew Todd, diz: “Durante meu tempo como editor da Attitude, eu conheci pais cujo filho havia tirado ou perdido sua vida depois de sofrer bullying por ser LGBT+ ou por ter se percebido LGBT. Estou muito feliz que o futuro Rei do Reino Unido concorde que isso tem que parar e eu gostaria de encorajar os pais em particular a levantarem suas vozes em suas comunidades para garantir que cada escola proteja – realmente proteja – todas as crianças." 
Essa edição da revista Attitude foi para a prensa na quarta-feira, 8 de junho, apenas alguns dias antes do tiroteio devastador em Orlando que levou a perda de 49 vidas de pessoas LGBT+ people. A Attitude envia suas mais sinceras condolências àqueles que foram afetados por essa atrocidade. Ao redor do mundo, pessoas LGBT+ experimentam ódio e violência todo dia. Tal violência não existe no vácuo, mas cresce como bola de neve a partir da intolerância e do bullying que começa nas salas de aula, muitas vezes vindo de políticos ou líderes religiosos e frequentemente não são tratados com respeito pela mídia.
Você pode ler nossa matéria completa com o Duke of Cambridge (N.T.: O Príncipe William) e ver suas fotografias exclusivas na edição de julho, disponível para download agora em  pocketmags.com/attitude.
Ela estará nas lojas na próxima quarta (22 de junho), e cópias impressas estão disponíveis para encomendas do mundo todo em newsstand.co.uk/attitude (Nota do Tradutor: Comprei pouco antes de traduzir essa matéria!!!)
Se você tem sido afetado por quaisquer desses problemas, por favor peça ajuda (na Inglaterra) às seguintes organizações:

-------------------------------------------------

COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO


A avó do Príncipe William também fez história no seu aniversário e mês do Orgulho LGBT. Veja o que a Rainha Elizabeth II fez para incentivar a igualdade LGBT no Reino Unido: 

DETALHE: Comprei a revista impressa, é claro. Quer comprar? Acesse: newsstand.co.uk/attitude

Parabéns à revista Attitude e ao Príncipe William, excelentes exemplos de liderança, cada um em sua esfera de ação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia

Júlio Severo, um lobo em pele de cordeiro (escrito por um cristão)