Postagem em destaque

15 dias com Clara - essa fofura de 1 ano e 45 dias

Imagem
Por Sergio Viula Clara: Segundo dia de nascimento e com os olhinhos abertos Minha filha e meu genro haviam se tornado pais somente um ano e 45 dias antes de nos visitarem. Apesar da distância, acompanhamos tudo o que podíamos, graças às tecnologias da comunicação. Testemunhamos os nove meses de gravidez, a internação para o parto - que acabou sendo cesariana depois de muita espera e pouca dilatação -, o nascimento, o crescimento daquela bebezinha linda, que chegou mudando a vida de todos nós de muitas maneiras diferentes, e os primeiros passeios, a primeira viagem a uma cidade próxima (Évora) e os muitos dias que ela já passou na creche, aprendendo muitas coisas fantásticas de modo lúdico e com muito carinho das tias cuidadoras e educadoras. A tia da creche fazendo cookies com eles. Depois, todos comeram essas delícias feitas colaborativamente. Um video que eu fiz com fotos do Halloween na creche. Ela é a bruxinha mais fofa, concorda? Quem já segue esse blog há um tempo sabe que chegue

Yank - O Musical: Fátima Bernardes estava na estreia.


Por Sergio Viula


"Yank - O Musical" estava agendado para estrear na quinta-feira, mas alguns contratempos adiaram a estreia para esse sábado, 10/06/17. Quem acompanha o blog sabe que eu divulguei a campanha deles para "crowdfunding" no Cartase. Pois bem, apesar de não terem atingido o alvo completamente, eles conseguiram arrecadar algum dinheiro e fizeram praticamente um milagre para colocarem o espetáculo no palco. Reforçando, eles não têm patrocinadores, mas mesmo assim deram um show!

Andre e eu fomos assistir o musical hoje, justamente no dia em que estreou. 

Para nossa surpresa, Fátima Bernardes juntamente com um dos filhos e a namorada dele estavam na fila, só um pouco atrás da gente. Ela mesma perguntou para mim se alguém já tinha falado quando abririam as portas do teatro para a plateia se sentar. Eu disse que devia abrir uns 10 minutos antes do começo da apresentação. Ela, super simples e simpática, voltou para a fila, onde seu filho e a namorada já a esperavam.

Mas, essa não foi a única surpresa. A maior foi saber que o protagonista do espetáculo é representado por seu sobrinho Hugo, que deu um show! O musical foi tão bem realizado que os aplausos foram longos, entusiasmados e com a plateia de pé.

Não sei como eles conseguem memorizar tanta coisa, inclusive os passos e cantar. Existe muita encenação não cantada também. Foram mais de 2h:30m de espetáculo, com 10 minutos de intervalo. 

A trama é emocionante, focada na experiência de soldados que não podiam viver assumidamente suas identidades e amores nas Forças Armadas americanas da época da II Guerra Mundial. A história é resgatada por um jovem que encontra um diário, escrito por um soldado gay, e que foi a prova utilizada por seus perseguidores contra ele. Não posso falar muito para não estragar as surpresas.

O musical tem classificação para maiores de 16 anos e está sendo apresentado no Teatro Serrador, que fica na Av. Nilo Peçanha, esquina com a rua do Passeio. Apressem-se, pois a temporada acaba em 1 de julho. O espetáculo é encenado de quinta a sábado, às 19:30. Ingressos na bilheteria.


Andre e eu aguardando o início do espetáculo.

O site Terra publicou matéria sobre Hugo Bonemer, o ator protagonista de Yank, que também fez A Lei do Amor: https://www.terra.com.br/diversao/tv/blog-sala-de-tv/o-amor-cura-a-homofobia-diz-hugo-bonemer-do-musical-yank,3bce868a9fd1d90a863f07c1cd6ff38bcqke6bmk.html

Hugo Bonemer com os outros atores do elenco de 'Yank!'
Foto: Yank! / Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Dia Internacional do Orgulho LGBT: Importantes apontamentos

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia