Postagem em destaque

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE

Imagem
TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE Por Sergio Viula Fundada por Charles Taze Russell em XXXXX, a religião conhecida como Testemunhas de Jeová é uma das mais totalitárias do mundo. Confundida por muitos com as igrejas evangélicas, a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, ligada ao Corpo Governante contava com mais de oito milhões e duzentos mil membros. No Brasil, são pouco mais que 700 mil seguidores e 11.562 Salões do Reino das Testemunhas de Jeová (seus templos) no mundo todo. Esses números são de 2014, ultima contagem publicada até o momento desse artigo. Entre suas crenças mais conhecidas e repudiadas estão a de não doar e nem receber sangue sob hipótese alguma e a de não participar da vida cívica do país em que estejam inseridas. Porem, muitas outras crenças são estranhas à maioria das comunidades ditas cristãs. As Testemunhas de Jeová não se consideram ‘evangélicas’ quando termo é aplicado a igrejas protestantes mais recentes e pentecostais, mas gostam de se denomina

Terrorista que atacou três homens gays confessa o crime

Por Sergio Viula


De acordo com o portal de notícias Pink News, o autor do ataque terrorista que levou três homens gays à morte na cidade de Reading, Inglaterra, assumiu o crime. Os crimes foram consumados à golpes de faca.


Autor do ataque: Khairi Saadallah


Khairi Saadallah, 26, admitiu os três homicídios


Os ataques foram realizados nos Jardins Forbury (Forbury Gardens) em Reading no mês de junho.

As três vítimas do atentado eram membros conhecidos e respeitados na comunidade. Seus nomes eram James Furlong, David Wails e Joseph Ritchie-Bennett. Outras três pessoas foram feridas, mas não morreram. 

Saadallah havia recebido acolhimento como imigrante na Inglaterra em 2018. Ele nasceu na Líbia e já era conhecido do serviço de segurança MI5 por ligações com grupos terroristas. O acusado também já tinha sido condenado por outros atos violentos.

A corte foi informada que durante o ataque à faca, o acusado gritava “Allahu akbar” (Alá é grande). Ele foi preso logo depois dos ataques, graças a um policial fora de serviço que chamou a polícia pelo telefone. 

De acordo com as leis do Reino Unido, atos terroristas são crimes cometidos "com o propósito de promover causas ideológicas, religiosas ou políticas".  A polícia registrou o caso como ataque terrorista em junho.

Saadallah pode ser condenado à prisão perpétua. A sentença deverá ser anunciada até 7 de dezembro deste ano.


Joe Ritchie-Bennett, David Wails e James Furlong assassinados por Saadallah


James Furlong, professor, descrito por amigos como "um gay 'assumido' que queria igualdade para todos".

Joe Ritchie-Bennety era um americano “brilhante e amável” que perdeu seu esposo para o câncer apenas cinco anos atrás.

David Wails era um cientista que sempre "fazia as pessoas rirem".

Uma vigília pelas três vítimas do ataque em Reading foi organizada no Blagrave Arms, um pub gay popular que o trio costumava frequentar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Eduardo Peret: Homenagem a um amigo que bateu asas e deixou saudades

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈