Postagem em destaque

Joe Biden e Kamala Harris: A presidência mais inclusiva da história americana!

Imagem
Por Sergio Viula Biden e Harris fizeram a administração mais inclusiva em relação às pessoas LGBT da história dos EUA e do mundo! Cito abaixo apenas 10 das quase 350 decisões inclusivas para essa parte da população estadunidense: A administração de Joe Biden e Kamala Harris tem adotado várias políticas e ações significativas em favor da população LGBT. Aqui estão algumas das principais decisões e medidas: Ordem Executiva de Proibição de Discriminação: No primeiro dia de sua presidência, Joe Biden assinou uma ordem executiva que proíbe a discriminação com base na identidade de gênero ou orientação sexual em diversas áreas, incluindo educação, emprego e saúde. Reversão da Proibição de Pessoas Transgênero nas Forças Armadas: Biden revogou a proibição de pessoas transgênero servirem abertamente nas forças armadas dos EUA, uma política implementada durante o governo Trump. Proteção de Direitos em Educação: A administração Biden-Harris reforçou a aplicação do Título IX para proteger estudan

Romênia celebra seu maior Orgulho LGBT

Photo credit: Larisa Balta for Romania Journal


Parabéns para a Romênia, que recentemente celebrou seu maior evento de Orgulho LGBTQ+ até agora, apesar de enfrentar anos de desafios à igualdade.

No sábado, dia 29 de junho, aproximadamente 27.000 pessoas se reuniram em Bucareste, capital e maior cidade da Romênia, para a parada do Orgulho. Sob o tema “Estamos Prontos,” os participantes levantaram bandeiras e balões de arco-íris em uma demonstração pacífica a favor dos direitos LGBTQ+. Apesar da forte oposição religiosa à igualdade, a reação foi mínima. Alguns manifestantes foram removidos pela polícia por tentarem atrapalhar a marcha, e um banner pendurado em uma janela próxima dizia “Doença Não É Motivo de Orgulho,” recebendo vaias dos participantes. A Marcha da Normalidade, uma contramanifestação realizada no mesmo dia, reuniu menos de um décimo do público do evento do Orgulho. Além disso, Bucareste não foi a única cidade romena a sediar eventos do Orgulho em junho; Cluj, Iasi, Oradea e Timisoara também realizaram suas próprias celebrações, conforme relatado pela Rádio Europa Livre/Liberdade.

A grande participação no Orgulho de Bucareste representa uma significativa vitória para a comunidade LGBTQ+ na Romênia, um dos países do leste europeu com menor índice de igualdade. A Romênia ocupa a 9ª posição mais baixa no índice anual Rainbow Europe, que avalia 49 países do continente em relação ao avanço dos direitos LGBTQ+. Azerbaijão e Turquia tiveram as menores classificações, enquanto a Romênia teve um desempenho ligeiramente melhor que Polônia e Bielorrússia. Os romenos LGBTQ+ enfrentam proteções irregulares no país; gays e lésbicas podem servir nas forças armadas, mas pessoas trans não têm essa permissão. A Romênia possui leis de não discriminação abrangentes para habitação, mas não oferece proteções no emprego com base na identidade de gênero. Em 2018, uma tentativa de proibir o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi derrotada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Humorista 'Picolina' é encontrada morta dentro de casa em Fortaleza

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia