Postagem em destaque

15 dias com Clara - essa fofura de 1 ano e 45 dias

Imagem
Por Sergio Viula Clara: Segundo dia de nascimento e com os olhinhos abertos Minha filha e meu genro haviam se tornado pais somente um ano e 45 dias antes de nos visitarem. Apesar da distância, acompanhamos tudo o que podíamos, graças às tecnologias da comunicação. Testemunhamos os nove meses de gravidez, a internação para o parto - que acabou sendo cesariana depois de muita espera e pouca dilatação -, o nascimento, o crescimento daquela bebezinha linda, que chegou mudando a vida de todos nós de muitas maneiras diferentes, e os primeiros passeios, a primeira viagem a uma cidade próxima (Évora) e os muitos dias que ela já passou na creche, aprendendo muitas coisas fantásticas de modo lúdico e com muito carinho das tias cuidadoras e educadoras. A tia da creche fazendo cookies com eles. Depois, todos comeram essas delícias feitas colaborativamente. Um video que eu fiz com fotos do Halloween na creche. Ela é a bruxinha mais fofa, concorda? Quem já segue esse blog há um tempo sabe que chegue

Dia da Independência: leituras obrigatórias e uma pausa para a poesia

Porque o amor sempre tem a preferência. ;)


Meu Dia da Independência foi bastante dependente de leituras e prazos, mas o amor faz da poesia seu instrumento de subversão. 

Publiquei esses versos no Facebook hoje, à tarde. Como muita gente curtiu (eu, principalmente... hehehe), decidi coloca-los aqui também para compartilhar com mais amigues e não perdê-los mais de vista.


Triunfo do amor


Por Sergio Viula

No feriado, o programa é leitura obrigatória
Meus olhos, porém, insistem no colírio
Olho para o lado e lá está ele... lindo
Mas o trabalho persiste e não aceita moratória.

A mente recupera uma citação, quase rindo
"Olhai para os lírios dos campos"
Contraponto para a ganância e sua oratória.
Mesmo não deixando de ser um delírio,
Ao capitalismo selvagem, não cabe vanglória.

Pois, a despeito de seu impiedoso martírio,
E de todo o tempo que ele nos rouba hora após hora,
O amor, com a delicadeza e o perfume de um satírio,
É quem conquista, afinal, a mais fragorosa vitória.

De Sergio Viula para Andre Dias no dia da Independência/2016.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Dia Internacional do Orgulho LGBT: Importantes apontamentos

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia