Postagem em destaque

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE

Imagem
TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE Por Sergio Viula Fundada por Charles Taze Russell em XXXXX, a religião conhecida como Testemunhas de Jeová é uma das mais totalitárias do mundo. Confundida por muitos com as igrejas evangélicas, a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, ligada ao Corpo Governante contava com mais de oito milhões e duzentos mil membros. No Brasil, são pouco mais que 700 mil seguidores e 11.562 Salões do Reino das Testemunhas de Jeová (seus templos) no mundo todo. Esses números são de 2014, ultima contagem publicada até o momento desse artigo. Entre suas crenças mais conhecidas e repudiadas estão a de não doar e nem receber sangue sob hipótese alguma e a de não participar da vida cívica do país em que estejam inseridas. Porem, muitas outras crenças são estranhas à maioria das comunidades ditas cristãs. As Testemunhas de Jeová não se consideram ‘evangélicas’ quando termo é aplicado a igrejas protestantes mais recentes e pentecostais, mas gostam de se denomina

Dia da Independência: leituras obrigatórias e uma pausa para a poesia

Porque o amor sempre tem a preferência. ;)


Meu Dia da Independência foi bastante dependente de leituras e prazos, mas o amor faz da poesia seu instrumento de subversão. 

Publiquei esses versos no Facebook hoje, à tarde. Como muita gente curtiu (eu, principalmente... hehehe), decidi coloca-los aqui também para compartilhar com mais amigues e não perdê-los mais de vista.


Triunfo do amor


Por Sergio Viula

No feriado, o programa é leitura obrigatória
Meus olhos, porém, insistem no colírio
Olho para o lado e lá está ele... lindo
Mas o trabalho persiste e não aceita moratória.

A mente recupera uma citação, quase rindo
"Olhai para os lírios dos campos"
Contraponto para a ganância e sua oratória.
Mesmo não deixando de ser um delírio,
Ao capitalismo selvagem, não cabe vanglória.

Pois, a despeito de seu impiedoso martírio,
E de todo o tempo que ele nos rouba hora após hora,
O amor, com a delicadeza e o perfume de um satírio,
É quem conquista, afinal, a mais fragorosa vitória.

De Sergio Viula para Andre Dias no dia da Independência/2016.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Eduardo Peret: Homenagem a um amigo que bateu asas e deixou saudades

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈