Postagem em destaque

Paula, uma pessoa intersexo

Imagem
  Por Sergio Viula Decidi resgatar uma experiência que eu tive em 12/02/2103, na cidade de Fortaleza, CE.  Essa experiência de troca humana fantástica aconteceu na Praia do Futuro, que é pontilhada por barracas em estilo de choupanas. Tomei uns belos  drinks  (lembram?) e comi muqueca de arraia com um acompanhamento de arroz, maionese, batata frita e farofa - tudo simples, mas super gostosinho. O melhor de tudo porém, foi ter conhecido Paula.  Assim que cheguei, percebi que Paula era uma mulher especial, apesar de todas as mulheres terem algo de especial por natureza. Mas, Paula chamava atenção por ter alguns traços masculinos. De início, pensei que ela fosse uma mulher transexual em processo de feminização. Decidi seguir o caminho mais seguro para descobrir como ela se identificava - perguntei qual era o seu nome. Assim, ela poderia indicar se preferia ser tratada no feminino, como eu imaginava. Ela me disse que se chamava Paula.  Acontece que Paula  não  é transexual. De forma absolu

Igreja Mórmon apoia lei contra discriminação de gays

Pela primeira vez em sua história, a Igreja Mórmon mostrou apoio à causa gay ao defender uma série de textos contra a discriminação do homossexual que tramitaram no conselho municipal de Salt Lake City, no estado de Utah, nos Estados Unidos.

Embora tenha sido contra o casamento gay na Califórnia, apoiando uma campanha de proibição da união no estado, a Igreja Mórmon defende a lei que, segundo Michael Otterson, diretor de assuntos públicos da instituição, é "justa, razoável e não violenta a instituição do matrimônio".

Como o projeto foi deferido pelo conselho municipal, qualquer forma de discriminação, como demitir homossexuais ou deixar de alugar uma casa por causa da orientação sexual do locatário, será punida em toda a cidade de Salt Lake City.

O apoio da Igreja Mórmon à lei deve repercutir em Utah, já que legisladores locais costumam seguir suas orientações sobre a política legislativa.

A sede da Igreja Mórmon está localizada no estado americano e instituição possui, aproximadamente, 13 milhões de fiéis em todo o mundo.




-------------------------------------------------------

COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO

Os mórmons são lindos! A pregação é chata, como qualquer uma que não é encomendada... kkk Mas a igreja está de parabéns por reconhecer que os homossexuais devem ser protegidos por lei. Pena que ainda não aceite a união matrimonial, mas já está à frente de muitas outras que insistem em ignorar o óbvio: Gays existem, são cidadãos, e precisam ter seus direitos garantidos.


Como não poderia deixar de colocar uma pitada de sensualidade no meu comentário sobre os deliciosos mórmons, aproveito para inforamr que existe uma organização de missionários mórmons que lançou um calendário com fotos deles sem camisa para arrecadar doações para caridade. A igreja não aprova... já quem gosta da fruta!!!! Atoraaa!!!!



Quem quiser ver mais, visite o site deles: http://www.mormonsexposed.com/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia

Júlio Severo, um lobo em pele de cordeiro (escrito por um cristão)