Postagem em destaque

15 dias com Clara - essa fofura de 1 ano e 45 dias

Imagem
Por Sergio Viula Clara: Segundo dia de nascimento e com os olhinhos abertos Minha filha e meu genro haviam se tornado pais somente um ano e 45 dias antes de nos visitarem. Apesar da distância, acompanhamos tudo o que podíamos, graças às tecnologias da comunicação. Testemunhamos os nove meses de gravidez, a internação para o parto - que acabou sendo cesariana depois de muita espera e pouca dilatação -, o nascimento, o crescimento daquela bebezinha linda, que chegou mudando a vida de todos nós de muitas maneiras diferentes, e os primeiros passeios, a primeira viagem a uma cidade próxima (Évora) e os muitos dias que ela já passou na creche, aprendendo muitas coisas fantásticas de modo lúdico e com muito carinho das tias cuidadoras e educadoras. A tia da creche fazendo cookies com eles. Depois, todos comeram essas delícias feitas colaborativamente. Um video que eu fiz com fotos do Halloween na creche. Ela é a bruxinha mais fofa, concorda? Quem já segue esse blog há um tempo sabe que chegue

Um toque poético por volta de 1:20 da madrugada deste 25 de outubro. ^^

Por Sergio Viula

Nossas taças sobre nossa cama de fato. :) - Foto: Sergio Viula

Na taça cheia, repousa o mistério, mas é da taça vazia que brota uma certa plenitude que combina perfeitamente com o amor, saltando do vermelho do vinho para pousar sobre o azul dos lençóis num diálogo sussurrante que retumba: amai-vos um ao outro como ninguém jamais vos amou. 

E nós, amantes em harmonia e mutualidade irrestritas, o que poderíamos dizer, senão "que o teu desejo seja dono do nosso, doce Eros (demiurgo do amor), acompanhado de Apolo (deus do vinho) e de Afrodite (deusa da beleza)"? 

O que poderia ser mais doce do que o amor temperado com vinho na contemplação recíproca dos amantes?

#AndreeSergio

Comentários

  1. Respostas
    1. Obrigado, Pedro. Mas, a sua poesia é muito mais linda! Essa aqui foi fruto de um momento extra de inspiração. ^^

      Excluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Dia Internacional do Orgulho LGBT: Importantes apontamentos

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia