Postagem em destaque

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE

Imagem
TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE Por Sergio Viula Fundada por Charles Taze Russell em XXXXX, a religião conhecida como Testemunhas de Jeová é uma das mais totalitárias do mundo. Confundida por muitos com as igrejas evangélicas, a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, ligada ao Corpo Governante contava com mais de oito milhões e duzentos mil membros. No Brasil, são pouco mais que 700 mil seguidores e 11.562 Salões do Reino das Testemunhas de Jeová (seus templos) no mundo todo. Esses números são de 2014, ultima contagem publicada até o momento desse artigo. Entre suas crenças mais conhecidas e repudiadas estão a de não doar e nem receber sangue sob hipótese alguma e a de não participar da vida cívica do país em que estejam inseridas. Porem, muitas outras crenças são estranhas à maioria das comunidades ditas cristãs. As Testemunhas de Jeová não se consideram ‘evangélicas’ quando termo é aplicado a igrejas protestantes mais recentes e pentecostais, mas gostam de se denomina

Cinco anos hoje!

Andre e eu em Gramado (2018)



Por Sergio Viula




Hoje, Andre e eu fazemos cinco anos juntos! Nosso encontro aconteceu exatamente num domnigo, dia 07 de fevereiro, só que em 2016, em Belo Horizonte. Era caranval. De lá para cá, foram muitas experiências vividas juntos.

Decidi fazer uma série chamada "Fundamental é mesmo o amor" para celebrar esses cinco anos. São cinco vídeos, que foram publicados há alguns dias. Agora, eles estão reunidos aqui. Os vídeos estão listados em ordem crescente, ou seja, do primeiro para o último.

Comece pelo primeiro e vá assistindo conforme der vontade e de acordo com seu tempo livre. Se gostar, inscreva-se no canal. Muitas pessoas nos deram feedback positivo. Deixe seu comentário lá no YouTube ou aqui no blog.

A partir do vídeo 2, existe uma sessão enquete, na qual Andre e eu respondemos perguntas feitas pelo Instagram e pelo Facebook para essa série. Confira. ^^


 Link do vídeo: https://youtu.be/N7DNE8tDpBI


 


  
 Link do vídeo: https://youtu.be/BqAyPz6Yogg 


   


   

Comentários

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Eduardo Peret: Homenagem a um amigo que bateu asas e deixou saudades

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈