Postagens

Mostrando postagens de junho, 2014

Postagem em destaque

Acordei virado no Jiraya! #curagay

Imagem
 Por Sergio Viula Depois de ler a matéria da revista Veja ("Volta ao passado: ideia absurda da cura gay ganha vigor com influencers) nesse link: https://veja.abril.com.br/brasil/volta-ao-passado-ideia-absurda-da-cura-gay-ganha-vigor-com-influencers/   e de assistir a um vídeo do canal Veja e Viva, que pode ser encontrado em https://youtu.be/tb1D448bDbc?si=k-TA0EW49CS6-yuP , decidi fazer uma live no Instagram comentando tudo isso.  Eu li a matéria assim que saiu, mas só assisti ao video hoje, e foi por indicação do meu amigo Evandro Santana. Eu tinha acabado de acordar e nem tinha tomado café ainda quando assisti ao vídeo. Decidi imediatamente comentar tudo isso enquanto tomava um café expresso. Depois, parti para um mate, porque o papo renderia. E rendeu mesmo. Assista aqui a live com meus comentários sobre tudo isso. Por favor, não deixe de compartilhar essa postagem ou o vídeo com seus contatos para que mais gente seja alertada sobre essa fraude e seus riscos. Se você já foi fis

Encontro Nacional de Arte e Culltura LGBT: Lançamento de Urânios, livro de Roberto Muniz

Imagem
Endereço: Espaço de Convivência da Diversidade, Centro Petrobrás de Cinema - Rua Visconde do Rio Branco, s/n, Gragoatá- Niterói, RJ

Quanto mais turbado, mais gozado. A crônica da turbina.

Imagem
Quanto mais turbado, mais gozado. A crônica da turbina. Por Sergio Viula Uma história real com alguns insights sapecas. ^^ Era dia 31 de maio de 2014. Celso Masotti me esperava em São Paulo para a gravação de um piloto de programa para TV. Inacreditavelmente, tudo correu bem e o embarque no portão 22 do Aeroporto Tom Jobim foi iniciado pontualmente. Adoro o número 22: São algarismos iguais, um atrás do outro, e fazem lembrar dois gansos na lagoa, doidos para dar um mergulho de cabeça. Pois bem, minha poltrona era a 8F, um assento na janela bem ao lado da turbina. Como era grande! Aliás, turbinas são para o avião o que os mecanismos de ereção são para o pênis. E foi graças a elas que o mais fálico dos meios de transporte decolou pontualmente, penetrando obstinadamente o passivo espaço aéreo, mais azul do que nunca naquele dia. Tudo isso depois de fazer algumas manobras preliminares e de encaixar seu corpo longilíneo e viril na reta final da pista de decolagem. Ma

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia

Humorista 'Picolina' é encontrada morta dentro de casa em Fortaleza