Postagens

Mostrando postagens de junho, 2019

Postagem em destaque

Alguns equívocos do Moses

Imagem
Este post tem por objetivo refletir sobre algumas declarações de João Luiz Santolin, presidente do Moses, durante um seminário promovido pelo Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM) em parceria com o Instituto de Estudos da Religião (ISER), conforme publicado no livro "Religião e Sexualidade: Convicções e Responsabilidades, organizado por Emerson Giumbelli, publicado pela Editora Garamond, 2005 (ISBN 8576170604, 9788576170600). De acordo com Santolin, o Moses foi fundado em 1997. Ele está certo. Ele só não disse que isso aconteceu durante a Parada Gay celebrada no Rio de Janeiro, no referido ano. Também não disse que éramos três: Santolin, Liane França e eu (quem tiver dúvida, consulte o jornal O Globo, publicado no dia seguinte ao da passeata, pois nossos nomes estão lá no último parágrafo da matéria de cobertura da Parada Gay). Obviamente, ele não disse, devido ao constrangimento causado pela entrevista que dei em novembro de 2004 à revista Época, na qu

Islândia acrescenta a opção "terceiro gênero"

Imagem
Islândia acrescenta a opção "terceiro gênero" e fortalece os direitos trans em votação unânime Com informações do Portal Pink News Traduzido e adaptado por Sergio Viula Parlamento islandês Parlamentares islandeses (Photo by imavgjoe/Instagram) O parlamento islandês votou unanimemente pela aprovação de uma nova lei relacionada a gênero. A lei expande os direitos das pessoas transgêneras e reconhece legalmente as pessoas não-binárias. Infelizmente, proteções para crianças intersexuais - que eram originalmente parte do projeto de lei - foram derrubadas. A legislação foi introduzida no parlamento islandês pelo gabinete do Primeiro Ministro e foi unanimemente aprovada pelo parlamento em 18 de junho, com 45 votos a favor e nenhum contra, havendo três abstenções. A lei determina que pessoas trans na Islândia não mais terão que passar por processos médicos longos e invasivos para obterem o direito de alterar seu gênero em documentos oficiais e ter

Direitos LGBT no mundo (mapa simplificado)

Imagem
Por Sergio Viula Confira o mapa que o Blog Fora do Armário preparou para você. Veja como andam os direitos LGBT no mundo: casamento, adoção, criminalização da homofobia, entre outros. Veja também onde as pessoas LGBT correm gravíssimo risco de vida e violência estatal. Junho é o mês do orgulho LGBT e temos realmente muito do que nos orgulhar nessa luta! Continuemos firmes até que TODOS os nossos direitos estejam garantidos. Mantenhamos os olhos bem abertos, porque a criminalização da homofobia e da transfobia no Brasil ainda vai passar por muita coisa até que uma lei seja produzida pelo parlamento.  A bancada do ódio (leia-se fundamentalista) está tramando contra a equiparação da homofobia e da transfobia ao racismo decidida pelo Supremo Tribunal Federal.  Diga NÃO a qualquer tentativa de inocentar o CRIME de injúria em templos ou veiculada pelos meios de comunicação dominados por esses homofóbicos e transfóbicos, os quais, entre outras coisas, transformam o ódio às pessoa

STF: VITÓRIA DA VIDA E DA CIDADANIA!

Imagem
Por Sergio Viula A vitória conquistada pela comunidade LGBT nesta quinta-feira, 13/06/19, é um marco histórico para os direitos fundamentais dos seres humanos no Brasil, desta vez representados na pessoa de cada cidadão LGBT que passa a estar protegido pelo reconhecimento dos crimes de homofobia e transfobia como sendo isonômicos com os crimes de racismo. Saiba mais aqui:  https://foradoarmario2.blogspot.com/2019/06/supremo-tribunal-federal-e.html

Supremo Tribunal Federal e criminalização da homofobia

Imagem
Por Sergio Viula ************* ATUALIZAÇÃO EM 13/06/19, ÀS 23:10:  O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL DECLAROU A HOMOFOBIA E A TRANSFOBIA ISONÔMICAS COM OS CRIMES DE RACISMO COM OITO DOS 11 VOTOS DE SEUS MINISTROS. ************* Está agendada para dia 13 de junho, próxima quinta-feira, uma nova sessão para o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) 26 , proposta pelo PPS, e do Mandado de Injunção (MI) 4733 , protocolado pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT).  A sessão será retomada nesta quinta-feira, depois de cinco adiamentos feitos pelo ministro Dias Tófoli, presidente do Supremo. Esperamos sinceramente que Tófoli não faça como fez na última sessão, quando permitiu que apenas dois ministros votassem. Ainda faltam cinco ministros. Mas, a maioria já votou a favor da equiparação da homofobia e da transfobia aos crimes de racismo. Que o julgamento prossiga até o final e chegue-se a um veredito ofic

A homossexualidade é racionalmente justificável?

Imagem
A homossexualidade é racionalmente justificável?  Por Sergio Viula Numa sociedade secularizada, nenhuma limitação de liberdades pode ser justificada sem argumentos racionais, razoáveis e providos de informação factual. Quando pensamos em sociedades secularizadas, os exemplos clássicos que nos vêm à mente são aquelas que constituem nações como Inglaterra, França, Alemanha, Suécia, Suíça, Noruega, Países Baixos, Canadá – só para citar alguns dos casos mais bem-sucedidos em termos de secularização nos campos político, social, cultural e econômico. Em países considerados como seculares, não se admite a interferência de alegações de cunho religioso sem que estas passem pelo crivo da razão, da razoabilidade e do conhecimento científico. Quando se trata de determinar o que é moralmente certo ou errado, especialmente quando se trata de legislação e implementação de políticas públicas, esses países exigem justificativas que demonstrem de fato aquilo que se alega.  Encontramos

Rocketman - As glórias e dores de Elton John

Imagem
Elton John e Taron Egerton em Cannes. Imagem: Alberto Pìzzoli/AFP - Fonte:  UOL Por Sergio Viula Rocketman chegou às telas dos cinemas do Rio de Janeiro ontem, mas, infelizmente, não pudemos vê-lo debutar na sexta-feira, e foi por um bom motivo - trabalho.  Todavia, neste sábado, 01 de junho, marcamos presença na única sessão do dia oferecida pelo Itaú Artplex de Botafogo  (21h) .  A sessão anterior havia sido suspensa por causa de um jogo da copa UEFA, mas garanto que se tivesse sido mantida, estaria cheia. A sessão de 21h estava LOTADA!!! E ninguém conseguiu abandonar a poltrona antes do final de suas 2 horas e 1 minuto de duração. Elton John, representado pelo brilhante ator Taron Egerton, é desnudado literal e metaforicamente diante da audiência. Ele é visto em (quase) toda sua glória. Digo 'quase', porque não há tela de cinema que possa suportar o esplendor de sua grandeza e talento. Mas, ele também é visto em (quase) toda sua dor. Digo 'quase', po

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia

Humorista 'Picolina' é encontrada morta dentro de casa em Fortaleza