Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

Postagem em destaque

Heartstopper: Uma série que inspira e encanta

Imagem
Kit Connor e Joe Locke fazem o papel de Nick Nelson e Charlie Spring,  respectivamente, em Heartstopper. (Netflix) Por Sergio Viula Com informações do portal Pink News Já se passaram seis anos desde que Alice Oseman escreveu sua webcomic (quadrinhos para a Internet). Os quadrinhos foram muitíssimo bem recebidos. Agora, Heartstopper chega à Netflix e já figura entre os produtos mais assistidos do streaming. Heartstopper conta a história de Charlie (Joe Locke), um adolescente gay que vive completamente fora do armário, e que se apaixona por Nick (Kit Connor), um jogador de rugby em sua escola. Charlie é gay. Nick é bissexual. Elle é transexual negra e apaixonada por Tao Xu, que é asiático-americano. Tara e Darcy são duas garotas cisgêneras e formam um casal interracial. E, por fim, existe o Ben, que é gay enrustido e mal resolvido, mas vive dando em cima de Charlie em segredo. Eu assisti tudo nesse feriado de Tiradentes e adorei! Assista a série aqui: HEARTSOPPER - NETFLIX . Trailer ofic

Família é tudo, uma vírgula! - casos meus e de outros

Imagem
Por Sergio Viula Atualizado em 28/06/16. Quando ouço essa frase " família é tudo ", fico pensando: 1) Tudo o quê? 2) Tudo para quem? Em se tratando de pessoas LGBTQI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, transgêneros, queer e intersexuais), as coisas não são tão simples assim. E não me refiro às famílias muçulmanas da Síria, que mesmo buscando refúgio na Europa, por causa do fundamentalismo do ISIS e de outros grupos islâmicos, ainda querem matar seus próprios filhos e irmãos refugiados nos territórios nos quais as leis são bem outras, simplesmente, porque são gays. Não preciso sequer recorrer a esses exemplos horrorosos do outro lado do mundo para ilustrar o que quero dizer. Basta pensar em casos muito próximos. Um exemplo daqui mesmo Um amigo meu foi ao casamento coletivo realizado pelo programa estadual Rio sem Homofobia, sob a superintendência de Cláudio Nascimento. A palavra que ele mais repetiu foi " lindo ". Ele me confidenciou

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia