Postagem em destaque

Paula, uma pessoa intersexo

Imagem
  Por Sergio Viula Decidi resgatar uma experiência que eu tive em 12/02/2103, na cidade de Fortaleza, CE.  Essa experiência de troca humana fantástica aconteceu na Praia do Futuro, que é pontilhada por barracas em estilo de choupanas. Tomei uns belos  drinks  (lembram?) e comi muqueca de arraia com um acompanhamento de arroz, maionese, batata frita e farofa - tudo simples, mas super gostosinho. O melhor de tudo porém, foi ter conhecido Paula.  Assim que cheguei, percebi que Paula era uma mulher especial, apesar de todas as mulheres terem algo de especial por natureza. Mas, Paula chamava atenção por ter alguns traços masculinos. De início, pensei que ela fosse uma mulher transexual em processo de feminização. Decidi seguir o caminho mais seguro para descobrir como ela se identificava - perguntei qual era o seu nome. Assim, ela poderia indicar se preferia ser tratada no feminino, como eu imaginava. Ela me disse que se chamava Paula.  Acontece que Paula  não  é transexual. De forma absolu

Dono Manda Cachorro para ser Sacrificado por ser "Gay"


Dono Manda Cachorro para ser Sacrificado por ser "Gay"

Tradução e adaptação: Sergio Viula

O dono de um cachorro do Tennessee enviou seu cachorro de estimação para ser sacrificado porque suspeito que o cachorro era “gay.” Felizmente, o cãozinho foi adotado mais tarde.

Residente da cidade de Jackson, no Tennessee, ele entregou seu cachorro “gay” para sacrifica-lo no Jackson Rabies Control Animal Shelter em 29 de janeiro porque viu seu pitbull macho misturado com bulldog Americano montando sobre outro cachorro macho, relata a revista The Examiner.

O The Huffington Post confirmou com o Jackson Rabies Control, um abrigo que realiza euthanasia em animais, que o cachorro havia sido entregue porque seu dono acreditava que ele fosse "gay."
Apesar de animais poderem ser gay, cachorros montam uns aos outros para expressar domínio, por diversão ou por nervosismo e excitação, registra a Psicologia hoje.

Felizmente, o cachorro foi salvo.

Um funcionário do Jackson Rabies Control confirmou ao HuffPost que o cachorro foi adotado na quinta-feira de manhã. Ele havia agendado a eutanásia para 1 hora da tarde, de acordo com o Examiner.

O  nome do cachorro resgatado é Elton, confirma o ABC News, e foi salvo da eutanásia por Fryns, que já tem outros quatro cachorro.
"[Elton] tem se mostrado bastante amigável até agora,” disse ela ao ABC News. "Ele está muito amedrontado com tudo, o que é compreensível. Mas ele adorou o passeio de carro.”


FOTO: Cortesia do Save The Animals Together (S.T.A.T.) – página do Facebook 

Com informações do The Huffington Post

------------------------------

COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO

A que  ponto pode chegar a paranoia de uma pessoa carregada de preconceitos, especialmente quando se trata de homofobia! Quem pode negar que a homofobia exista e que conduza a pessoa a atitudes violentas? Nem mesmo os animais ditos irracionais escapam dessa vontade de extermínio que domina a mentalidade homofóbica e motiva os crimes de ódio.

Que sirva para que a sociedade veja em cada gay, lésbica, bissexual, travesti, transexual, transgênero, intersexo assassinado ou espancado o reflexo do mesmo ódio que leva um idiota desses a querer exterminar o próprio cachorro, simplesmente porque ele pode ser gay.

O que seria do filho desse indivíduo se o pai descobrisse que ele é gay? Alguém acredita que ele receberia qualquer respeito ou amor paternal?

Homofobia se trata com educação para a diversidade, convivência com pessoas sexo-diversas, legislação que proteja essas minorias, enfim tudo o  que desmitifique o que a burguesia mitificou com seus discursos moralistas e baseados em crenças e práticas religiosas separatistas.

Leia 'LELINHO - UM GATINHO DIFERENTE" e note a diferença entre um dono homofóbico, como o do cachorro acima, e os donos gay-friendly desse gatinho fofo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia

Dia Internacional do Orgulho LGBT: Importantes apontamentos