Postagem em destaque

Heartstopper: Uma série que inspira e encanta

Imagem
Kit Connor e Joe Locke fazem o papel de Nick Nelson e Charlie Spring,  respectivamente, em Heartstopper. (Netflix) Por Sergio Viula Com informações do portal Pink News Já se passaram seis anos desde que Alice Oseman escreveu sua webcomic (quadrinhos para a Internet). Os quadrinhos foram muitíssimo bem recebidos. Agora, Heartstopper chega à Netflix e já figura entre os produtos mais assistidos do streaming. Heartstopper conta a história de Charlie (Joe Locke), um adolescente gay que vive completamente fora do armário, e que se apaixona por Nick (Kit Connor), um jogador de rugby em sua escola. Charlie é gay. Nick é bissexual. Elle é transexual negra e apaixonada por Tao Xu, que é asiático-americano. Tara e Darcy são duas garotas cisgêneras e formam um casal interracial. E, por fim, existe o Ben, que é gay enrustido e mal resolvido, mas vive dando em cima de Charlie em segredo. Eu assisti tudo nesse feriado de Tiradentes e adorei! Assista a série aqui: HEARTSOPPER - NETFLIX . Trailer ofic

Quarta-feira de pinga

Por Sergio Viula

Nem pensar levar essa bagagem toda.
Viajo de mochila, porque não sou de ferro.


Eu não poderia estar mais feliz! Meu carnaval não custou um 'puto'. Andre e eu ficamos em casa só cutindo a ressaca pós-férias, que significa salário zero no mês seguinte, e que acabou coincidindo com o feriado de carnaval. Mas nem por isso deixamos de curtir nosso tempo livre, e até programamos nossa próxima viagem.

Na verdade, para além de Netflix, compramos passagens e fizemos reservas para visitarmos a família de Andre em Contagem. Para isso, reservamos hotel em BH para nós e para meus pais, que poderão finalmente conhecer a família de Andre.

Nossa viagem está programada para o recesso de julho, que, por uma feliz coincidência, também bate com as férias de Andre para esse ano.

Poderemos, finalmente, reunir as duas famílias, ainda que parcialmente, por um dia. Meus pais e as mães dele estão muito entusiasmados.

Preciso dizer que meus pais, que quase não viajam, terão uma oportunidade de visitar Belo Horizonte, Contagem e Ouro Preto. Vocês não fazem ideia de como eu estou feliz com isso. Escrevo agora sob o efeito de três Cuba Libres numa Quarta-feira de Cinzas, depois de uma vacina contra o sarampo. Afinal, Corona vírus é fichinha para quem já sobreviveu à Dengue, Chikungunya e Zika.

Então, bola pra frente e muito amor nessa hora!

Depois, publico as fotos aqui. 

Acompanhe. Siga o blogue. Nunca te pedi nada. kkkkkkkkkkkk

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈

Zeus e Ganimedes: A paixão entre um deus e um príncipe de Tróia