Postagem em destaque

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE

Imagem
TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEXODIVERSIDADE Por Sergio Viula Fundada por Charles Taze Russell em XXXXX, a religião conhecida como Testemunhas de Jeová é uma das mais totalitárias do mundo. Confundida por muitos com as igrejas evangélicas, a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, ligada ao Corpo Governante contava com mais de oito milhões e duzentos mil membros. No Brasil, são pouco mais que 700 mil seguidores e 11.562 Salões do Reino das Testemunhas de Jeová (seus templos) no mundo todo. Esses números são de 2014, ultima contagem publicada até o momento desse artigo. Entre suas crenças mais conhecidas e repudiadas estão a de não doar e nem receber sangue sob hipótese alguma e a de não participar da vida cívica do país em que estejam inseridas. Porem, muitas outras crenças são estranhas à maioria das comunidades ditas cristãs. As Testemunhas de Jeová não se consideram ‘evangélicas’ quando termo é aplicado a igrejas protestantes mais recentes e pentecostais, mas gostam de se denomina

300 Mórmons heterossexuais apoiam a Parada do Orgulho Gay de Utah




Membros do Mormons Building Bridges (Mormons Construindo Pontes) vestidos em trajes conservadores da igreja marcharam na Parada do Orgulho Gay de Utah. Fotografia: Jim Urquhart/Reuters


A parada gay de Salt Lake City recebeu apoio surpreendente esta semana quando mais de 300 membros da igreja Mormon - todos eles garantidamente heterossexuais - juntaram-se à marcha.
A parada do orgulho gay de Utah aconteceu a alguns quarteirões da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. A igreja Mormon pe contra uniões entre pessoas do mesmo sexo desde meados de da década de noventa, quando fez uma declaração pública contra a tentativa do Havaí de legalizar o casamento gay (a public statement against Hawaii's attempt to legalize gay marriage).
A igreja Mormon resumiu sua posição numa declaração em 2010: "Não é pecado ter sentimentos, mas ceder à tentação."
Mas no domingo, membros atuantes e ex-membros da igreja ofereceram apoio à comunidade LGBT como parte do Mormons Building Bridges group (Mormons Construindo Pontes).
Na parada, o grupo recebeu suporte, à medida que outros participantes baixaram a música para permitir que os membros orassem alguns minutos antes de marcharem. Domingo é o dia de descanso Mormon, e os membros do grupo perderam o culto para participarem. Munson disse que considerava a participação deles como um ato próprio de adoração. "Houve tanto derramamento de amor da parte da multidão, houve lágrimas por parte das pessoas de ambos os lados,"  Munson disse ao Guardian. "As pessoas estavam chorando e vindo a nós para dizer obrigado."
Uma das pessoas que estava na parada era Dustin  Lance Black, que é gay e foi criado Mormon. who is gay and was raised Mormon. No domingo, ele twittou:

Apesar da igreja oficialmente opor-se ao casamento igualitário, ela apoiou uma ordenança proposta para proteger os homossexuais residentes em Salt Lake City de discriminação para aluguel ou venda de imóveis e emprego em 2009 (proposed ordinance).
Mitt Romney, atualmente o mais famoso membro da igreja Mórmon, é ex-governador do primeiro estado americano a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Ele tem se pronunciado claramente como opositor ao casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Mormóns Construindo Pontes (Mormons Building Bridges) não representa a comunidade Mormon oficialmente ou qualuqer organização política, mas espera continuar o diálogo e "manter o amor germinando", disse Munson.
Representantes da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não foram encontrados para comentar o episódio.


Tradução por Sergio Viula para o blog http://www.foradoarmário.com 



SURPREENDA-SE: EM BUSCA DE MIM MESMO



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A homossexualidade no Egito antigo

Eduardo Peret: Homenagem a um amigo que bateu asas e deixou saudades

Bebê a bordo: Diário de um avô colorido 👴🏳️‍🌈